Home Office pode aumentar esgotamento mental

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
13/08/2020 11h12
0 Comentários

Com a pandemia, 46% das empresas passaram a aderir ao home office, segundo estudo elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA) . Mas, para os especialistas, os funcionários que repetidamente passaram a fazer o trabalho remoto podem estar mais propensos ao esgotamento físico e mental.

 

A psicóloga, Carla Cândido, ressalta que uma forma de manter a saúde mental em dia é através da criação de novos hábitos. “Orientamos que sejam respeitados os momentos de pausa e que o colaborador tenha um local na casa específico para o trabalho”, orienta Carla.

 

Para o médico, Tiago Bessa, especialista em cirurgia refrativa da Vision Laser, nesse tempo de trabalho remoto, em que fica-se muito tempo em frente ao computador, é necessário ter um cuidado maior com relação a saúde dos olhos. “É importante fazer uma pausa de cinco minutinhos a cada hora de uso do computador. Essa pausa evita dores de cabeça, visão embaçada, olhos secos e cansaço dos olhos, que podem ser causados pelo excesso de exposição à tela do monitor”, pontua Bessa.

 

E não é apenas a exposição ao computador, por longos períodos,que deve ter uma pausa. De acordo com o cirurgião vascular do Instituto da Circulação e Laser (ICL), Sílvio Alves da Silva, quem fica muito tempo sentado está mais propício a desenvolver problemas circulatórios. “Caminhar de tempos em tempos é recomendável. Além disso, estando em um mesmo lugar, a pessoa deve procurar mexer os pés, como se estivesse acionando o pedal de uma máquina de costura, essa é uma maneira simples de estimular a circulação”, destacou.

 

Exercícios físicos

 

Especialistas orientam também a prática de exercício físico para auxiliar na diminuição do estresse e pressão no trabalho. “Durante a prática de atividades física são liberados neurotransmissores relacionados à sensação de bem-estar, como serotonina, dopamina e endorfina, e isso traz resultados benéficos para o corpo e consequentemente previne o esgotamento profissional”, diz a psicóloga Carla Cândido.

 

E o exercício físico não é benéfico apenas para a saúde mental. Para o cardiologista, Henrique Furtado, fazer atividade física pode interferir positivamente no funcionamento do coração auxiliando no controle da hipertensão, nos níveis de colesterol, diabetes e obesidade. “O estilo de vida sedentário está associado ao risco maior de doença coronariana, por isso, a prática de atividade física é uma das maiores aliadas da saúde”, conclui  Furtado.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.