Qual a diferença entre depressão pós parto e baby blues?

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
22/09/2020 11h05
0 Comentários

Crises de choro, tristeza e angústia nos dias após o parto não significam necessariamente que a mãe sofre de depressão pós parto. Essa fase dura de 10 a 15 dias e é causada pelas alterações hormonais muito bruscas que ocorrem quando a mulher dá a luz. Mulheres que não possuem uma rede de apoio podem desenvolver formas mais intensas desses sentimentos.

 

Quando há depressão pós parto, os sintomas não costumam desaparecer com duas semanas após o parto. “Os momentos de felicidade são raros, há a presença de muita culpa, sentimento de inutilidade, até mesmo pensamentos suicidas”, afirma o médico ginecologista e obstetra Cairo Soares. A mãe com depressão pós parto pode deixar de se alimentar, tomar banho, pode até ocorrer a rejeição do bebê.   

 

A depressão pós parto é uma doença séria e precisa ser tratada, por isso, é importante que os familiares fiquem atentos para oferecer a mãe todo o apoio que ela precisar para buscar ajuda médica. Já o período de baby blues não é um sintoma inicial de depressão pós parto, e pode ser amenizado com a ajuda da família, desafogando a mãe de todas as tarefas que ela pode estar se sentindo incapaz de realizar.

 

Em ambos os casos, esteja sempre em contato com seu ginecologista e obstetra para saber como proceder.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.