Cirurgia plástica no verão requer cuidados devido a altas temperaturas

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
10/12/2020 17h59
0 Comentários

Início e fim de ano é sempre uma data para planejamento financeiro e até férias depois de meses de trabalho. Para se programar para fazer algum procedimento cirúrgico ou estético, deve levar em consideração, além do orçamento, a possibilidade de adiar compromissos e se dedicar ao descanso para uma recuperação eficiente.

 

Como o verão é um período de férias de trabalho e estudo, se aponta como uma boa opção para fazer a cirurgia. Contudo, por ser um período com clima de altas temperaturas, exposição ao sol e até o uso de mais água para se refrescar, surge um receio natural se esses fatores podem atrasar a cicatrização e causar inchaço ou desconforto. Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional Cirurgia Plástica, lembra que geralmente o inverno é muito usado para fazer cirurgias, mas ressalta que no verão também é permitido com os devidos cuidados.

 

“É preciso buscar alternativas que possam diminuir o risco de inchaço, evitar exposição ao sol, usar roupas adequadas e não esquecer o filtro solar se houver necessidade de sair de casa”, ressalta Korn. Além desses cuidados, há procedimentos em que o         pós-operatório requer uso de cinta, por isso é necessário o paciente se certificar corretamente de como deve ser sua recuperação e se é uma pessoa muito calorenta para lidar com esses cuidados.

 

Muitas pessoas aproveitam o período que conta com o valor extra do 13° salário para colocar alguns planos em prática, contudo, se a estação não for um período favorável, o paciente pode realizar o procedimento mais à frente e até contar com empresas que fazem intermediação financeira — como o Centro Nacional – Cirurgia Plástica — na qual é possível encontrar diversas opções que auxiliam em um planejamento do orçamento.

 

Dessa forma, o paciente que deseja fazer algum procedimento e não pode arcar com grandes despesas de uma vez só, pode se planejar e contar com a intermediação financeira para não estourar seu orçamento.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.