Sapatos de salto alto perdem espaço no guarda-roupa feminino durante a pandemia

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
10/05/2021 16h56
0 Comentários
No cenário da pandemia, os sapatos de salto alto têm perdido espaço no guarda-roupa das mulheres ao redor do mundo. Uma pesquisa realizada no Reino Unido mostra que as vendas de salto alto caíram mais de 70%. No Brasil, segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), o setor foi impactado de forma geral em 25% nas vendas. Este ano, a previsão é que haja um aumento de 12% na produção, o que deve impactar positivamente para o crescimento do setor. 
 
Para a proprietária de uma loja de calçados, no Capim Dourado Shopping, o conforto e a praticidade nunca  estiveram tão em alta no mercado de sapatos femininos. “Muitas clientes, como não estão saindo de casa têm preferido escolher os calçados que levam o conforto.  E isso tem feito com que, na minha loja, as vendas de sapatos de salto alto caíssem 50%. Temos percebido um aumento nas vendas de tênis, sapatilha, rasteirinhas  e saltos bem baixos para ajudar a compor o look”, explicou a proprietária da loja Schutz, Patrizia Araújo.
 
A jornalista Fabiana Nogueira foi uma das pessoas que aderiu a praticidade na escolha dos sapatos na pandemia. “Eu sempre gostei de sapatos mais baixos. Agora, mais do que nunca, minhas escolhas atuais estão pautadas pela sensação de liberdade e conforto acima de tudo. Por isso, tenho escolhido mais as rasteirinhas, sandálias sem salto. Quanto mais confortável, melhor”, pontuou.
 
Segundo a consultora de moda e estilo, Karina Civinskas, essa busca pela praticidade  está ganhando força entre as mulheres. “No momento em que estamos em busca pela casualidade e naturalidade, muitas mulheres estão repensando o que faz mais sentido usar, sem perder a sua essência, empoderamento, estilo e beleza”, concluiu.
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.