Mês da Consciência Celíaca: Doença acomete mais de 2 milhões de brasileiros e quase 800 milhões de pessoas em todo o mundo

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
11/05/2021 15h24
0 Comentários

A doença celíaca é uma desordem autoimune grave, causada pela intolerância à ingestão de glúten, principal proteína presente em cereais como trigo, aveia, centeio, cevada e malte. De acordo com a Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (FENACELBRA), sintomas como fortes dores e distensões abdominais, diarreia crônica e anemia estão entre os que mais atingem, aproximadamente, dois milhões de brasileiros, ainda que a maioria não tenha um diagnóstico conclusivo da doença celíaca. O número de diagnósticos é ainda mais alarmante quando analisado globalmente, pois são quase 800 milhões de celíacos em todo o mundo.

Portanto, com o objetivo de conscientizar sobre esse quadro de saúde que cresce a cada ano, tratamento, diagnóstico e consumo dos alimentos mais adequados pelos portadores da doença, o mês de maio é considerado o Mês da Consciência Celíaca. A data foi escolhida em homenagem ao dia de nascimento do Dr. Samuel Gee, primeiro pesquisador a reconhecer que os sintomas da doença celíaca estavam relacionados à presença do glúten na dieta.

Doença celíaca, alergia ou intolerância ao glúten?

Um dos conceitos mais importantes desse período é esclarecer a diferença entre a doença celíaca, a alergia e a intolerância ao glúten, pois cada uma dessas condições apresenta sintomas e níveis de gravidade diferentes.

A doença celíaca é causada pelo próprio sistema imunológico da pessoa, quando o glúten chega ao intestino, o corpo libera anticorpos que atacam a parede do órgão. A inflamação causada por esse ataque leva a sintomas como diarreia, anemia, osteoporose, flatulência excessiva, distensão e dor abdominal. É preciso retirar o glúten da dieta para que esses sintomas não desencadeiem doenças ainda mais graves como o câncer no intestino, linfoma e infertilidade.

Já a alergia ao trigo, pode começar com sintomas leves, como coceiras, e evoluir para um quadro mais severo com tosse, falta de ar, náusea, vômito e desmaio, podendo levar à morte.

Quanto à intolerância ao glúten, trata-se de um quadro mais leve, em que os sintomas se assemelham a um desconforto. Nesses casos, muitas vezes o causador não é o glúten e sim o trigo em geral. É preciso realizar exames e estudos aprofundados para chegar ao diagnóstico.

Vale destacar que independentemente dos sintomas apresentados, é preciso buscar ajuda médica e realizar exames como de sangue e biópsia intestinal para que a investigação seja conclusiva. Havendo alguma suspeita de reação ao glúten, o mais indicado é retirar, de imediato, o glúten e o trigo da dieta.

O tratamento está na alimentação

Por ser uma doença sem cura ou tratamento específico, a não ser pela exclusão total do glúten da dieta, uma das maiores dificuldades dos celíacos é conviver com a dieta restritiva e os novos hábitos alimentares, que devem ser seguidos por toda a vida. É preciso ainda ter atenção com a contaminação cruzada, que pode acontecer durante a manipulação dos alimentos durante seu preparo, armazenamento e transporte. Alguns objetos utilizados para o preparo de alimentos podem ser fontes dessa contaminação, como esponjas, panos de prato, talheres, óleo para fritura, entre outros. Portanto, tudo deve ser muito bem organizado e separado.

Pensando em atender essas necessidades e permitir que os intolerantes ao glúten também encontrem opções acessíveis, que possam ser preparadas em casa, algumas empresas de alimentos como a Josapar, detentora da marca Tio João, têm desenvolvido linhas especiais de produtos livres dessa proteína, à base de farinha de arroz e ricas em sabor e ingredientes nutritivos.

Na linha Padaria, por exemplo, a marca Tio João oferece tanto a farinha de arroz, para o preparo de pães, bolos e empanados, quanto as misturas para pão caseiro, pão multigrãos, massa de pizza e massa brisée. Enquanto na linha Confeitaria, com o objetivo de facilitar o preparo de bolos e sobremesas sem glúten, a marca oferece misturas para bolos nos sabores Chocolate, Baunilha e Laranja, além das sobremesas Brownie e Petit Gâteau.

"Acreditamos muito nesse setor, já que cada vez mais aumenta o número de pessoas que buscam mais saúde, retirando o glúten da dieta, ou por aquelas que são acometidas pela doença celíaca e buscam praticidade e segurança em produtos desenvolvidos por empresas sérias e reconhecidas, como é o caso do Grupo Josapar. As linhas de produtos sem glúten foram desenvolvidas com todo o cuidado e padrão de qualidade que adotamos para todos os outros produtos do portfólio, eliminando qualquer possibilidade de contaminação cruzada", comenta Janaína Coelho da Silva Paiva, Coordenadora de Comunicação e Marketing da Josapar.

Confira algumas opções da marca

 

Mistura para Pão Caseiro foi desenvolvida especialmente para quem não pode ou não deseja consumir glúten ou lactose em sua dieta e busca uma opção prática para o preparo do pão em casa. O produto é composto por farinha de arroz, amido de milho, fécula de mandioca e farinha de milho. Pode ser encontrada no Armazém Tio João, e-commerce da marca, por R$9,74 a embalagem de 310g.

Já a Mistura para Massa de Pizza, é ideal para quem deseja ou precisa consumir uma pizza sem glúten, alimento difícil de ser encontrado em restaurantes tradicionais. É composta basicamente por farinha de arroz, amido de milho e fécula de mandioca. Também pode ser encontrada pelo Armazém Tio João, por R$9,71 a embalagem de 400g.

Mistura para Bolo Sabor Laranja, por exemplo, combina praticidade e sabor.
Leva em sua composição a farinha de arroz, totalmente livre de glúten.
O preço do produto pelo Armazém Tio João é R$7,98 a embalagem de 270g.
 
Outro destaque da marca é a Mistura para Petit Gâteau,
que além de ser fácil de ser preparada, permite que muitas
pessoas possam consumir essa sobremesa tradicionalmente
servida em muitos restaurantes, em uma versão totalmente sem glúten.
O preço do produto pelo Armazém Tio João é R$8,98 a embalagem de 270g.

Para conhecer esses e outros produtos das linhas Tio João sem glúten, acesse: Armazém Tio João ( armazemtiojoao.com.br)

 

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.