Prefeito Bruno Covas morre de câncer aos 41 anos em São Paulo

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
16/05/2021 16h03
0 Comentários

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu aos 41 anos neste domingo (16), às 8h20, em decorrência de um câncer da transição esôfago gástrica, com metástase e complicações após longo período de tratamento. A informação pela Prefeitura de São Paulo.

Bruno Covas tem quadro clínico irreversível, diz boletim médico | São Paulo  | G1

 

Bruno Covas nasceu em Santos, no litoral paulista, era divorciado e pai de Tomás, de 15 anos.

Mário Covas, avô de Bruno, também foi vítima de câncer; relembre

Neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas, ele pertence a uma família que está na política há décadas.

Economista formado pela PUC e advogado pela USP, Covas já havia sido também deputado estadual e federal, secretário estadual de Meio Ambiente de São Paulo (2011-2014) e presidente da Juventude do PSDB.

Desde outubro de 2019, ele lutava contra um câncer na cárdia, transição entre estômago e esôfago, com metástase no fígado. Durante o tratamento, ele passou por diversas sessões de quimioterapia e imunoterapia apresentando boa evolução.

No entanto, no dia 17 de fevereiro, um novo nódulo foi detectado no fígado mudando os rumos de sua recuperação. "Mais um desafio a ser superado. Vou enfrentá-lo como sempre: confiante, de cabeça erguida e grato pelo apoio e carinho de todos vocês", escreveu Covas.

Em abril, o prefeito passou 12 dias internado. Ele precisou ficar internado mais tempo que o previsto,após serem detectados acúmulo de líquidos ao redor do pulmão e no abdômen e novos pontos da doença no fígado e nos ossos. Ele teve alta no dia 27 de abril e voltou a ser internado no dia 2 de maio, quando anunciou a decisão de se licenciar do cargo de prefeito por 30 dias.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.