Ikaro Kadoshi, primeira drag queen a apresentar o ‘Miss Universo’ na TV, mostra o look escolhido para a grande noite

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
16/05/2021 16h35
0 Comentários

Esta será uma noite cheia de empoderamento. A partir das 21h, a TNT transmite - ao vivo e com exclusividade - a 69ª edição do Miss Universo, direto do Seminole Hard Rock Hotel & Casino Hollywood, no estado da Flórida, nos Estados Unidos.

Na TNT, a apresentação será de Ikaro Kadoshi , primeira drag queen na história a apresentar o prêmio na televisão , e ele preparou um look superespecial para a grande noite .

O vestido escolhido tem a consultoria e direção criativa do artista Fernando Zuccolotto e é assinado pelo estilista paranaense Mario Cezar. É um longo marsala com fenda lateral, em tecido acetinado.

"Esse ano, a gente está apresentando um ‘novo Ikaro’ para o mundo, que vai acontecer justamente a partir do Miss Universo. A repaginada inclui a imagem de uma drag de alfaiataria, do ‘shape’. Essa será a primeira vez que vai usar cabelo. Então a minha busca para a construção do look foi justamente tentar achar algo com forma e tecido, saindo um pouco da pedraria e entrando nesse novo universo, que combina muito com o ‘red carpet’. Então chamamos o Mario Cezar para confeccionar esse look. Ele partiu de uma única referência e a cor foi escolhida pensando nas luzes de cenário e backdrop. O resultado foi um vestido sem muito brilho, com um caimento chique, tecido acetinado e estruturado ao mesmo tempo", conta Zuccolotto.

"Como drag queen, eu enxergo minha arte como uma tela em branco. A arte me liberta para ser uma coisa diferente todo dia em termos de imagem. E os tipos de trabalhos também me desconstroem. O Miss Universo me deixou animado para misturar as coisas. A ideia do Zuccolotto é sempre me desconstruir e me mostrar outros ‘eu’. E eu amo essa libertação. Para o Miss Universo eu uso peruca- minha marca é ser careca- e estou usando alta costura que o Mário Cezar brilhante está construindo do zero para mim", afirma Ikaro Kadoshi.

Segundo ele, tudo o que usamos reflete nosso humor e transmite várias mensagens. "A que eu gostaria de passar é a de como nunca foi tão importante ter uma Miss, tão magnífico ver essas mulheres portadoras da esperança num mundo de caos. O futuro e a salvação do planeta serão orquestrados e comandados pelo feminino", diz.

 

 

 

O Miss Universo 2021 terá representantes de 74 países. As concorrentes terão o desafio de conquistar os jurados não apenas pela beleza física, mas também por posicionamentos que empoderem as mulheres frente aos seus grandes desafios.

A gaúcha Julia Gama, de 28 anos, representa o Brasil. O concurso, que foi suspenso em 2020 devido à pandemia, permitiu que a última vencedora, a sul-africana Zozibini Tunzi tivesse um reinado de quase um ano e meio, um dos mais longos da história.

Criado em 1952, o Miss Universo é promovido pela Miss Universe Organization, empresa de William Morris Endeavor.

Não perca a 69ª edição do Miss Universo, neste domingo, dia 16 de maio, às 21h, na TNT

 

 

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.