Prefeitura Conectada destaca revolução digital como simplificação dos processos

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
17/06/2021 19h42
0 Comentários

Evento promovido pelo Sebrae Tocantins começou ontem, 16, com o objetivo de compartilhar ideias que deram resultados e tornaram as instituições mais assertivas, competentes e empreendedoras. 

 

Os palestrantes do painel “Desafios da Gestão - Simplificar é preciso!”, ministrados pela senadora, presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, e relatora da Reforma Administrativa no Senado, Kátia Abreu e o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Andrade destacaram sobre como o Estado quer ser no futuro: digitalizado, informatizado no auxílio às prefeituras com processos modernos e acelerando a resolução das questões.

 

Ele destacou que o “Brasil abraçou a revolução digital para que exista a melhor tomada de decisões. Sobre a burocracia, é preciso digitalizá-la para que os processos sejam mais modernos, eficientes e lineares. Com a captura de dados e cruzamento dos mesmos, o gestor poderá tomar a melhor decisão. O Estado já é uma entidade digital e cuida das transformações do futuro”, detalhou.


O secretário exemplificou que as pessoas não vão mais aos bancos, tudo é solucionado via mobile, assim como existem documentos que possuem suas versões digitais, como a CNH Digital e CPF. “Os municípios estão sobrecarregados e com o processo digital haverá economia para os cofres públicos”, afirmou Andrade. A senadora Kátia Abreu parabenizou o trabalho do secretário que está realizando uma transformação no governo. “O Caio realiza um empoderamento digital. É isso que o Brasil precisa e os empreendedores também. Já visualizamos diversas plataformas, uma que está chegando para os produtores é a do Cadastro Ambiental Rural”, disse.

 

A senadora frisou que estão lidando com pessoas que estão lutando de frente nos municípios, atendendo toda a população. “Existe um pessoal mal remunerado. Queremos minimizar as injustiças, capacitar essas pessoas, valorizá-las e regulamentar a avaliação de desempenho. É preciso a modernização do concurso público, contribuir com as prefeituras, tornar os processos modernos e acelerar todas as questões”, destacou. 

 

O mediador do painel, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Tocantins, vice-presidente do Conselho Federal de Administração e secretário municipal de Finanças da Prefeitura de Palmas-TO, Rogério Ramos, reforçou que existe uma política pública que reverbera em todos os municípios. “O governo federal tem avançado nesse processo e, inclusivnesta pandemia, o auxílio emergencial é um plano digital que está funcionando. É preciso reconfigurar o serviço público”, citou. Após o debate, as perguntas foram respondidas pelos dois painelistas sobre inovação tecnológica das gestões, a burocracia, reforma administrativa, projetos, geração de emprego e renda, empatia e inclusão produtiva.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.