Com expectativa de gerar em torno de 50 empregos diretos, Palmas Medical realiza terceira expansão no TO

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
12/05/2022 13h22
0 Comentários

Instalado no Tocantins há quase dez anos, o Hospital Palmas Medical amplia sua estrutura de atendimento médico a partir da próxima quinta-feira, 12. A unidade, que já conta com um centro de alta complexidade e um centro oncológico com diversas especialidades que oferece um atendimento humanizado de altos padrões, irá oferecer, a partir de agora, cardiologia, serviços de ortopedia, ginecologia/obstetrícia, pediatria, clínica geral e cirurgia geral nos plantões do pronto socorro.

Entre as novidades está o Pronto Socorro pediátrico, um centro clínico com oito consultórios e ressonância magnética com alta tecnologia, incluindo Medicina Diagnóstica por imagem e laboratorial.

Esta é a terceira expansão do Palmas Medical, que além de já oferecer um pronto-socorro com atendimento clínico e cobertura em diversas especialidades, inclui serviço de Radiologia com Tomografia Computadorizada, Ultrassonografia e Raio X Digital.

“Com uma estrutura diferenciada e tecnologia de ponta nos equipamentos, o Hospital Palmas Medical se destaca como um dos grandes empreendimentos consolidados no setor econômico de Palmas e é referência em saúde no Tocantins e demais estados da região norte do País”, destaca o médico, o urologista Guilherme Coutinho, também CEO empreendimento e idealizador do projeto.

Segundo o médico, o que o grupo sempre quis, foi oferecer à população um hospital em que os pacientes possam ter tecnologia de ponta nos equipamentos e uma estrutura humana altamente qualificada para entregar o melhor, através de uma equipe multidisciplinar que tem como expoentes, médicos que já são referências na região.

Com esse foco, o Hospital Palmas Medical foi ganhando forma, crescendo e agora caminha para sua terceira expansão, se desenvolvendo junto da mais nova capital do País. “Sempre quis fazer algo que pudesse ajudar as pessoas a lutarem pelo bem mais precioso que se pode ter: a saúde. Por isso, sempre buscamos oferecer o melhor atendimento, experiência e resultados aos pacientes. A unidade hoje se destaca pelo centro de alta complexidade e modelo no setor de tecnologia, além de realizar cirurgias em diversas especialidades, também oferecemos segurança aos usuários e atendimento humanizado, porque queremos oferecer saúde e carinho aos nossos pacientes”, completa.

Economia

Para referenciar ainda mais os serviços prestados, o Hospital Palmas Medical se integrou ao Hospital Santa Thereza e passou a integrar o Kora Saúde, um dos maiores grupos hospitalares do País. A rede, que também inclui hospitais em outros lugares do Brasil, como Espírito Santo, Mato Grosso e Goiás, chegou ao Norte com a perspectiva de cuidar das pessoas. “A junção das empresas mostra a força do setor da saúde no Tocantins e trouxe mudanças positivas para toda a região, com investimentos que beneficiam todos os profissionais da área da saúde, médicos e pacientes”.

Com isso, o Hospital Palmas Medical tem, hoje, o maior Pronto Socorro da capital, atendimento presencial de Clínica Geral, Ginecologia e Obstetrícia 24h, além do atendimento de sobreaviso de todas as especialidades. O HPM ainda conta com um aparelho de hemodinâmica de última geração que realiza procedimentos de alta complexidade em Cardiologia, Cirurgia Vascular e Neurocirurgia. Conta, também, com uma UTI adulto, UTI Neonatal e Pediátrica, além de um centro de diagnóstico com Tomografia Computadorizada, Ultrassom e Raio-X digital. “Após a ampliação, nós iremos oferecer uma das máquinas mais modernas de ressonância magnética com menor ruído, com operação pós-anestésica com um serviço bem diferenciado de exame”, informa o médico.

Apesar do caos pandêmico, Guilherme afirma que 2021 foi um ano promissor na saúde e gerou expectativas de empregabilidade no Hospital Palmas Medical. Os números são altos e impressionam: foram realizadas 5.135 cirurgias durante os 12 meses do ano passado. A unidade realizou 115.711 atendimentos e empregou 626 funcionários. Nos dois anos de pandemia, o Hospital gerou mais de 75 postos de trabalho e aumentou 50% das perspectivas de empregos diretos e indiretos no Estado. Com a expansão, o CEO reforça que a unidade deve gerar em torno de 50 empregos diretos na unidade.

“Escolhi o Tocantins para viver e fazer história, por este motivo quero proporcionar à população do Estado e região Norte serviços de qualidade, sempre pensando também no amor e zelo aos pacientes. Dito isso, agora pretendemos oferecer, através da expansão do Medical, mais qualidade ainda nos serviços, atendimentos humanizados e muito carinho aos pacientes, em um dos momentos mais importantes em sua existência: a busca da saúde”, finaliza.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.